Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Pausa letiva da Páscoa.

por alho_politicamente_incorreto, em 31.03.15

Vivemos a interrupção pascal da atividade letiva. Os alunos e suas famílias gerem, por dias, alterações de rotina enquanto as escolas e os seus professores são literalmente engolidos por crescentes afazeres administrativos, alguns deles de duvidosa utilidade.

Um dia destes, quando o país retomar alguma da sanidade intelectual e emocional, se fará a história das violências a que foi sujeito o serviço público de Educação. Na verdade, crianças e jovens precisam de respirar. E, no caso dos petizes, de brincar para crescer. Sobre as crianças, maioritariamente matriculadas no 1.º Ciclo do Ensino Básico, anteriormente designado de Ensino Primário, têm sido alvo de toda a sorte de experimentalismos, que só atestaram a impreparação de consecutivas fornadas de responsáveis políticos. Na última década, pelo menos, a Escola foi encarada como um espaço de trabalho contínuo, sem tempo nem espaço para, simplesmente, BRINCAR. Os profissionais do setor, vítimas da presunção de incompetência, foram sujeitos a uma ignóbil degradação do seu estatuto social, profissional e económico. Uma vergonha. Hoje, por exemplo, qualquer autarca pé de chinelo subjuga profissionais altamente qualificados a decorar de rotundas ou a sambar num desses carnavais de (muito) baixo nível. Assomou-se a imposição como grande forma de “diálogo” com a classe docente.

No entretanto, os bajuladores do sistema, usualmente mansos com os fortes e arrogantes com os fracos, apressaram-se a subscrever acriticamente todas as crueldades urdidas em gabinetes desprovidos de janelas. Brotaram as grelhas, as tabelas, os gráficos, os relatórios e a vulgarização do instituto da Reunião em defesa dos que pretendem travestir-se de competência.

A seu tempo, ouso vaticinar com lirismo q.b., se premiará os que souberem diminuir o número de reuniões e outros formalismos estéreis, instituídos para salvaguarda da mediocridade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

A eficácia austera de um FACILITADOR.

por alho_politicamente_incorreto, em 30.03.15

1.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esquecimento ilícito

Acabei de remeter uma missiva, assaz esclarecedora, à ministra das Finanças. Pedi-lhe que, doravante, a minha retenção do IRS passe a ser opcional, o mesmo sucedendo com a entrega da declaração de rendimentos, tendo-lhe ainda proposto a criação de um filtro no sistema informático que impeça cruzamento de dados pelo período necessário à prescrição das minhas eventuais dívidas. Por outro lado, já está a marinar uma carta ao Mexia, da EDP, oferecendo a possibilidade de, em minha casa, instalar-se um segundo contador para que possa escolher os dias em que pago eletricidade e aqueles em que opto por (simplesmente) não pagar. 

Simultaneamente, na minha caixa de correio eletrónico, marquei como «spam» todo aquele chorrilho de comunicações eletrónicas da Autoridade Tributária. É que, depois de escutar as sábias palavras do nosso experimentado Presidente, serão apenas folhetos de campanha eleitoral, «jogadas» político-partidárias que nos distraem do essencial.

Anda aquela gente a tentar enganar o povão com a criminalização do enriquecimento ilícito quando, na verdade, deveriam criminalizar o esquecimento ilícito!

José Manuel Alho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Investimento no parque

de lazer de Valmaior

António Loureiro (AL), presidente da Câmara, anunciou que a edilidade investirá cerca de meio milhão de euros no parque de lazer de Valmaior, junto ao rio Caima. Trata-se de cumprir (mais) uma promessa eleitoral. Destaque para o facto de o novo parque contemplar equipamentos de recreio, trilhos pedestres e de BTT, devendo ficar ligado por ciclovia até ao centro da cidade.

Neste particular, recorde-se que o nosso concelho tem um outro parque de lazer a funcionar, o Parque dos Moinhos, em Ribeira de Fráguas, edificado em articulação com privados e animado pelo grupo folclórico local. Contudo, AL foi lesto a serenar os espíritos mais agitados quando asseverou: «O projeto do parque de Valmaior não anula o que temos para o centro, mas está a andar mais depressa».

De facto, há muito que o parque da cidade foi prometido à população. E já de nada vale assacar culpas por tão arrastado processo. Mas é bom que a autarquia perceba o imperativo de concretizar tão emblemático investimento. E que, sem tardar, tudo decorra de modo bem diferente do que assistimos no dossiê «Praça Alameda 5 de Outubro». Um exemplo a não repetir. Até porque a coletividade não suportaria mais um logro.

José Manuel Alho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quando o tamanho do bumbum

pode fazer (toda) a diferença

 

Um estudo, realizado por cientistas da Universidade de Oxford, determinou que as nádegas de um tamanho XL prevenirão não só o desenvolvimento de diabetes como assegurarão que as mulheres que possuem um traseiro grande e cintura fina são (ou serão?) mais inteligentes que as restantes.

Extirpadas as considerações excessivamente científicas, que só causariam enfado, soube-se também que outras investigações similares afiançam que as mulheres com traseiros grandes são capazes de viver mais e melhor. Neste particular, destaque para os trabalhos apresentados pelas universidades da Califórnia e de Pittsburgh. Os autores destes exigentes e absorventes esquadrinhamentos descobriram que as mulheres de rabo e ancas largas, mas cinturas finas, são mais inteligentes que as demais.

Na verdade, a inteligência destas voluptuosas raparigas dever-se-á aos ácidos gordos Ómega 3 que ali se acumulam e que intervirão no desenvolvimento do cérebro. Os cientistas analisaram dados de 16 mil mulheres, concluindo que, ao comparar as medidas da anca com a cintura, a proporção ideal centrar-se-á em 0,6 e 0,7.

Outros resultados controversos destes estudos foram que, ao que parece, os filhos nascidos de mães com ancas mais largas serão intelectualmente superiores aos filhos de mães menos voluptuosas.

Confesso as minhas limitações em tão delicada matéria ainda que gostasse de possuir um conhecimento mais terreno – quiçá mais palpável – sobre tão doloroso assunto. Principalmente, na ótica de quem se vê vergado ao sacrifício de ver o bumbum de mais de 16 mil mulheres. Em todo o caso, e agora que estão realçados os reais contornos das minhas limitações, e numa apreciação exclusivamente empírica, estarei tentado a dizer que “cada caso é um caso”. Não se pretenderá – e disso estou convicto - que as mulheres comam de mais. O benefício do traseiro avantajado será predominantemente determinado pela genética. Por tal razão, garantem os especialistas em tão… relevantes assuntos, ainda nem é possível alterar o rabo por meio de hábitos alimentares.

Enfim, instalou-se a polémica.

José Manuel Alho

Autoria e outros dados (tags, etc)

Saúda-se esta intervenção, que pecará somente por tardia, embora...

por alho_politicamente_incorreto, em 20.03.15

Requalificação da Quinta

da Boa Vista (Torreão)

Confirmando o que neste espaço já havia garantido, a Câmara Municipal anunciou a requalificação da Quinta da Boa Vista/Torreão, sendo que a primeira fase da intervenção decorrerá até junho do corrente ano. É intenção da autarquia promover o recurso àquele espaço visando a dinamização de diferentes eventos. Com efeito, confirma-se que a edilidade ambiciona que a Quinta da Boa Vista não se confine à realização de apenas uma ou duas grandes realizações por ano, mas que seja capaz de acolher outras iniciativas, com diferentes formatos, oferecendo melhores condições de fruição ao público. 

Por isso, a autarquia adquiriu uns terrenos contíguos para alargar o espaço existente e completar a «concha natural do terreno na zona do anfiteatro». Na área dos patamares, irá estabilizar-se a plataforma superior, que avançará sobre a plataforma inferior, aumentando, em mais de 800 m2, a área que é habitualmente utlizada pelas tasquinhas. No espaço inferior, serão colocados pilares para sustentar a cobertura, criando valências que poderão ser utilizadas para mostras ou como espaços de vendas. Os tanques existentes serão demolidos, sendo o espaço beneficiado para aumentar a área de instalação de cozinhas e zonas de mesas. A ligação entre os patamares será feita por escadas com início no estacionamento da Biblioteca. Em resumo, estima-se que, só nesta primeira fase, será possível aumentar a lotação de lugares sentados do espaço em mais de 150%. Para a segunda fase, projetou-se a melhoria do anfiteatro, a construção de duas instalações sanitárias definitivas e a criação de um jardim (na cobertura do primeiro patamar).

Este investimento não só permitirá elevar as condições de conforto e higiene para os visitantes como também viabilizará a ampliação, em mais de 3.000 m2, da área onde acontecerão os concertos.

Saúda-se esta intervenção, que pecará somente por tardia, embora se lamente a completa ausência de informação sobre os montantes desembolsados na aquisição dos terrenos adjacentes e sobre a verba a despender na ulterior intervenção ora anunciada.

José Manuel Alho

Autoria e outros dados (tags, etc)

O Jornal "Correio de Albergaria" já tem website!

por alho_politicamente_incorreto, em 19.03.15

CA.jpg

Aqui

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O dossiê «reality shows»

por alho_politicamente_incorreto, em 18.03.15

No jornal "Região de Águeda"

Aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Lapidar.

por alho_politicamente_incorreto, em 14.03.15

florbela_espanca_costumes_portugueses.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

Um contributo. Melhor que nada. Mas ainda MUITO longe do que as circunstâncias - acentuadas por graves injustiças que se acumulam há demasiado tempo - exigiriam. 

Que seja o início de uma ação mais consistente, assertiva, consequente e eficaz dos sindicatos, que, em face das suas fraquezas e omissões, devem temer o julgamento dos Educadores de Infância e dos Professores do 1.º Ciclo.

 

Comissão parlamentar de Educação, Ciência e Cultura

- Reflexão sobre os currículos da escolaridade obrigatória

 
Ou ler  aqui

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Google Tradutor


Repto


No meio da rua...


Alhadas passadas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Assinantes de feed

ASSINE NOSSO FEED

Feed

Gadget by Feed Burner modificado por bloggerenciado

Links

Educação

Outros BLOGS

Recursos